Notícias

Veja como manter sua casa segura durante as viagens de fim de ano

Estar atento a qualquer problema que possa surgir durante a estada fora de casa é fundamental

Da Redação
Ao sair de férias, deixe sua casa segura!

Ao sair de férias, deixe sua casa segura!

Com o avanço da vacinação, a retomada do planejamento das viagens de fim de ano está ganhando força. Dados de buscas apresentados pelo Google mostram que o interesse dos brasileiros por viagens atingiu, em setembro, o maior patamar desde março do ano passado. A procura mira especialmente em datas como Natal e a passagem de ano.

Além do planejamento do roteiro da tão sonhada viagem, também é preciso ter em mente cuidados básicos com a residência, que ficará sem manutenção diária por um tempo, antes de partir para o seu destino. 

PROBLEMA - Estar atento a qualquer problema que possa surgir durante a estada fora de casa é fundamental para uma viagem sem maiores problemas e um retorno tranquilo ao lar.

"Ao ficar muito tempo longe de casa o imóvel fica vulnerável podendo ser alvo de assaltos e outras atitudes que depredam o patrimônio, ou de até mesmo alguma avaria como vazamento de gás, problemas nas instalações elétricas e outros. Para isso, é sempre importante contar com um seguro residencial que poderá ressarcir o proprietário em caso de arrombamento, furto ou outros danos aos seus bens", alerta Jefferson Silvestrin, Superintendente de Produtos Massificados da HDI Seguros.

Seja para cobrir prejuízos como os provocados por incêndios, explosão e queda de raio, ou acionar assistências complementares para serviço de limpeza de caixa de água, conserto de telhado, bombeiro, vidros, vazamento de tubulações e outros, o seguro residencial pode fazer toda diferença. Silvestrin ainda reforça que o serviço vai além das emergências e também "pode servir para garantir a manutenção do lar, evitando futuros problemas e trazendo tranquilidade para o segurado".

MEDIDAS - Além de aderir a um seguro residencial, existe medidas que podem ajudar quem está planejando uma viagem de fim de ano, mas quer garantir a segurança e o bom funcionamento do seu lar. 

Confira:

  • No caso de ausências prolongadas, peça que um parente visite sua casa para demonstrar a presença de pessoas. Abrir janelas, regar o jardim, entrar com o carro na garagem, por exemplo, deixam sua casa mais segura
  • Deixe algum telefone de contato com um vizinho, parente ou amigo, para ser informado de alguma ocorrência.
  • Durante as férias, suspenda a entrega de jornais e peça que alguém recolha a correspondência.
  • Tire das tomadas os aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos. Em caso de queda ou falta de energia, seu restabelecimento pode danificar os equipamentos e até causar incêndio.
  • Joias, dinheiro, documentos importantes e chaves de veículos estacionados na garagem da residência devem ser guardados em local de difícil acesso.
  • Feche os registros gerais de gás e água, caso ninguém fique na casa.
  • Não deixe luzes acesas no imóvel.

 

PM do Paraná tem cartilha para orientar cidadão sobre segurança

Para melhorar a segurança do cidadão, a Polícia Militar do Paraná desenvolveu recentemente pesquisas em residências onde ocorreram delitos contra o patrimônio, verificando, nas residências pesquisadas, o que havia de comum entre elas, para saber o que nelas gerava atratividade para criminosos. 

Os resultados dessa pesquisa serviram de base, entre outros estudos, para as informações constantes em uma cartilha. Este pequeno manual traz informações básicas necessárias para uma boa prevenção por parte de cada cidadão, seja nos espaços públicos ou privados nos quais convive e, principalmente, sobre os quais pode e deve ter influência, para melhorar a segurança de todos. 

A maior parte das medidas propostas são simples e não requerem gastos, pois se sugere primeiro mudanças de atitudes que oportunizam a ocorrência do delito.

Na pesquisa, 48% dos entrevistados admitiu que a estrutura da sua residência permitiu a ação do criminoso e 36% afirmaram que atitudes suas (dos moradores da residência vitimizada) facilitaram a ação do criminoso.

Confira a cartilha AQUI.