Notícias

Veja alimentos que podem prejudicar o seu pet

Tutores precisam ter cuidado redobrado com os gatos e cães durante todas as festas

Da Redação
Os pets não podem comer qualquer tipo de alimento.

Os pets não podem comer qualquer tipo de alimento.

A Páscoa já passou e você pode ter tido algum problema com seu animalzinho de estimação, principalmente se for um cachorrinho. É que  entre as tradições desse dia festivo está o consumo de diversos pratos - como a tradicional bacalhoada - e também o protagonista da comemoração: ovos de chocolate. Porém, todas essas delícias são uma verdadeira ameaça para a saúde dos pets.

Por isso, os tutores precisam ter cuidado redobrado com os gatos e cães durante todas as festas para que eles não sejam prejudicados, afinal, grande parte desses alimentos podem ser tóxicos para os pets.

Alguns alimentos podem ser prejudiciais para a saúde e bem-estar dos nossos melhores amigos. Confira, abaixo, orientações da Dra. Natália Lopes, Médica-Veterinária e Gerente de Comunicação Científica da Royal Canin Brasil, sobre alimentos vilões para os pets e, dicas de como o tutor deve proceder caso tenha algum problema com seu animal.

  • Chocolate

A teobromina, substância presente no cacau (em maior concentração nos chocolates do tipo amargo e de preparo culinário), pode causar intoxicação quando consumida mesmo em pequenas quantidades, acarretando vômito, diarreia, agitação, arritmia cardíaca, espasmos musculares e convulsões, podendo levar à morte.

  • Alho e cebola

Há muitos anos é conhecida a sensibilidade dos cães e gatos ao alho e à cebola, sejam crus, cozidos ou desidratados. Essas substâncias provocam alterações nas hemácias (células sanguíneas) dos pets, levando-as à ruptura e, consequentemente, à anemia.

  • Uvas e passas

Essas frutas são saudáveis para os seres humanos, mas são tóxicas para os pets. Por exemplo, cães acometidos pela intoxicação de uvas ou passas, normalmente, apresentam dores gastrintestinais seguidas por insuficiência renal aguda. Os sinais iniciais de toxicidade neste caso são vômito, seguido por letargia, anorexia, diarreia, dor abdominal, ataxia e fraqueza, que podem aparecer nas primeiras 5-6 horas após a ingestão. 

  • Nozes e Sementes

Embora elas possam parecer saudáveis, evite, por exemplo, oferecer nozes ao pet. O tamanho delas representa um perigo de asfixia e elas possuem muita gordura, o que pode desencadear um mal-estar estomacal no animal. 

  • Leite, creme e queijo

À medida que os pets atingem a idade adulta, a capacidade de digerir laticínios diminui conforme faltam as enzimas para isso. Isso significa que eles podem apresentar sinais de intolerância à lactose caso acabem ingerindo leite, creme ou queijo, como vômitos, diarreia e um mal-estar estomacal.

  • Alimentos fritos e gordurosos

Alimentos fritos e gordurosos podem ser ruins para os pets. Os altamente gordurosos podem causar mal-estar estomacal e também favorecer o surgimento de pancreatite. Além disso, o consumo regular desses alimentos pode levar à obesidade e problemas de saúde relacionados.

  • Adoçante

Para pets, xilitol é tóxico. É importante manter produtos que contenham o composto longe do alcance do animal para que ele não o consuma nem, mesmo acidentalmente.

 

DICA:

Há no mercado seguro para pets. Procure orientação do seu corretor de seguros.