Notícias

Muda percentual de Perda Total de um veículo acidentado

Antes o índice era de 75% do valor do carro. Confira agora como fica

Da Redação
Percentual de perda total mudou. Agora pode ser maior que 75%.

Percentual de perda total mudou. Agora pode ser maior que 75%.

Fique atento!
 
A perda total de um automóvel, conhecida por PT, após um acidente, ocorre quando o custo dos reparos é superior ao percentual do valor do veículo previsto na apólice. Segundo a Superintendência de Seguros Privados (Susep), responsável por regular o setor de seguros no país, isso ocorre quando se atinge 75% do preço de referência do mercado ou do valor estipulado pelo carro.
 
Mas a nova norma que entrou em vigor no último dia 1º, que flexibiliza a contratação do seguro, mudou isso. E o percentual pode ser maior. Ou seja, pode ser que a seguradora só considere PT com 80, 85, ou 90% do valor do carro, por exemplo. Mas isso pode variar de seguradora para seguradora. Não há mais um percentual fixo, como era até o final de agosto.
 
O seguro auto é uma das principais modalidades do país, responsável pela arrecadação de R$ 17,43 bilhões no primeiro semestre do ano. O valor é 6,8% superior ao do mesmo período de 2020. No entanto, dados do Denatran e da Susep indicam que apenas 16% da frota de veículos no Brasil tinha cobertura de seguros em 2019, número que chega a pouco mais de 33% se considerados apenas veículos com até 10 anos de fabricação.