Notícias

FenaSaúde prevê aumento de 15% nos planos de saúde

A alta da inflação, o preço dos medicamentos e insumos médicos, além dos tratamentos da Covid-19, teriam impactado diretamente no reajuste.

Da Redação
Posts assim você vê todos os dias em nossas redes sociais!

Posts assim você vê todos os dias em nossas redes sociais!

Com base no reajuste adotado pela ANS, mais as informações das operados, a FenaSaúde prevê um aumento de mais de 15% nos planos de saúde. Segundo a Federação, a alta da inflação, o preço dos medicamentos e insumos médicos, além dos tratamentos da Covid-19, impactam diretamente no reajuste.

“Ainda assim, no acumulado dos últimos dois anos, o IPCA passou de 16% e o reajuste de medicamentos, 22%, frente a 6,22% dos planos de saúde individuais, se confirmadas as projeções de reajuste para 2022, e considerando o reajuste negativo de 8,19%, em 2021. O cálculo considera a variação das despesas assistenciais com atendimento aos beneficiários de planos de saúde, a variação por faixa etária e a eficiência da operadora”, explica a federação.

Em 2021, a ANS definiu a redução de 8,19% nos valores das mensalidades, já que muitos brasileiros adiaram a procura por serviços médicos não emergenciais.