Notícias

Você incluiu fazer seguro, nas suas promessas e desejos de fim de ano?

Então, se ainda não colocou seguro na sua lista, lá na virada do ano, ainda está em tempo!

Da Redação
Ainda dá tempo de incluir seguro na sua lista de desejos.

Ainda dá tempo de incluir seguro na sua lista de desejos.

Há alguns dias, na virada do ano, você deve ter feito algumas promessas para este novo ano. Isso é comum. Muitos pensam em inúmeros desejos, como iniciar uma dieta, parar de fumar, comer menos açúcar, procurar um trabalho menos estressante, ser uma pessoa melhor.

Com a pandemia, muito do que imaginamos no final de 2019 não pôde ser colocado em prática em 2020. Mas será que se não houvesse pandemia você iria, realmente, colocá-los em prática? Talvez sim, talvez não!

Veja este trecho o poema de Carlos Drummond de Andrade. “Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para diante vai ser diferente”. A frase faz parte do poema "Cortar o Tempo", e dá uma noção qua importância que damos para o tempo, e sua renovação constante.

Mas para que os desejos se concretizem, determinação é fundamental. O psicólogo do Hospital Nossa Senhora das Graças, em Curitiba, José Palcoski, dá dicas para que você tenha bons resultados e alcance as metas estabelecidas.

Segundo ele, a virada de um novo ano vem sempre acompanhada de questionamentos, sonhos, desejos, reflexões e metas. Uma boa tática para tocar os projetos em frente são as listas de desejos. Só que elas devem ser compostas de coisas plausíveis de concretização.

Segundo Palcoski, muitas vezes as pessoas acabam se frustrando, pois buscam objetivos que não são possíveis de se alcançar, que demandam algumas etapas, ou situações que necessitam da boa vontade de outras pessoas para se concretizar. “A regra básica para se alcançar um objetivo é ter um plano de ação e assim segui-lo para a meta final”, diz.

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Hertfordshire, na Inglaterra, mostrou que apenas 10% das pessoas conseguem cumprir com as resoluções definidas no fim de ano. A pesquisa analisou 3 mil pessoas que tentavam cumprir com várias promessas, como aproveitar mais a vida, perder peso, ser mais organizado, parar de fumar, emagrecer, fazer mais exercícios ou beber menos.

Segundo o psicólogo do Graças, muitas pessoas não conseguem realizar os seus planos, pois desistem deles em algum momento de dificuldade. “No momento da recaída, lembre-se do tempo que já conseguiu permanecer com a nova postura e use isso como incentivo para dar continuidade em sua meta”, orienta Palcoski

Compartilhar os planos com outras pessoas e pedir que elas o incentivem no momento em que desanimar também é algo que pode ajudar. Entretanto, é importante não abrir os planos da vida para inúmeras pessoas. “Antes disso deve-se reconhecer o meio social mais seguro com quem conversar, pois muitos podem menosprezar ou até mesmo desencorajar”, diz o psicólogo.

Outro ponto a ser observado é em relação ao pensamento. Pensar sempre que vai conseguir, acreditar, também é fundamental para alcançar o resultado esperado. "Recaída não é sinônimo de fracasso, e muito menos um recomeçar do zero, pois no momento da recaída já conseguimos adquirir certo grau de experiência, e recomeçamos com esta experiência, na prática”, diz Palcoski.

O último passo é cuidar com a autocobrança. “Se ela te colocar para baixo, rebaixando sua autoestima e também negativando a sua autoimagem, esta cobrança deve ser descartada. Mas se ela servir para lhe revelar alguma falha de processo e com isso for possível reiniciar de forma mais madura e preparada, esta sim, é boa”, destaca o psicólogo.

FAZER SEGURO - Não é comum incluir fazer seguro nos pedidos de ano novo. Mas, por que não? Afinal de contas, normalmente as pessoas pedem por saúde, paz, dinheiro e não há porque não incluir também segurança. É isso que o seguro proporciona, segurança. Pode ser o seguro da casa, do carro, de vida ou outro. O importante é querer estar bem, caso algum imprevisto aconteça.

Então, se ainda não colocou seguro na sua lista, lá na virada do ano, ainda está em tempo! Faça seguro dos seus bens mais preciosos, sua vida, sua saúde e da sua família, seus bens, que conquistou com muito esforço. Imprevistos acontecem e, para não haver nenhuma surpresa, faça seguro de tudo. Você vai ficar muito mais tranquilo. Procure um corretor de seguros. Ela poderá lhe ajudar.